PORTFÓLIO >> Hospitais e Investigação >> Sub Unidade 3 para a Univ. de Coimbra
Dados Gerais

Sub Unidade 3 para a Univ. de Coimbra

Coimbra, Portugal


Universidade de Coimbra


Serôdio, Furtado & Associados, Arquitectos Lda


Detalhes

O edifício da Sub-Unidade 3 está localizado no Pólo das Ciências da Saúde da Universidade de Coimbra, e pretende-se que, com a sua arquitectura e os equipamentos implementados garanta os serviços requeridos actualmente, mas também ofereça a possibilidade de incorporar novas tecnologias de modo a proporcionar serviços futuros.

Edifício com um conceito arquitectónico muito rigoroso, é rectangular (42.0x36.0)m, tem 6 pisos e está implantado num terreno topograficamente muito acidentado.

A sua estrutura é integralmente em betão armado, sem juntas de dilatação, revestida em todas as fachadas exteriores por painéis pré-fabricados de betão. Tem quatro vãos longitudinais e quatro vãos transversais de dimensões significativas (de 10.0m a 17.7m), delimitados por paredes de betão armado que constituem a estrutura de base do edifício e que suportam lajes com espessura e rigidez muito elevadas.

O estudo cuidadoso destas paredes para as acções gravíticas, vento e sismos foi a característica mais importante deste Projecto, dada a necessidade de serem incorporadas inúmeras aberturas para circulação pedonal entre compartimentos e a travessia de infra-estruturas, o que dificultou a verticalidade das forças entre os diferentes pisos e implicou o funcionamento de algumas paredes como “vigas-parede”, em alguns casos com consolas de dimensões importantes.

Foi igualmente relevante a cuidada pormenorização e especificação de elementos para acabamento em betão aparente, a caracterização do faseamento construtivo do escoramento das paredes e lajes e a compatibilização com os projectos de especialidades, muito complexos num edifício com estas características.

A envolvente exterior do edifício foi criteriosamente cuidada do ponto de vista térmico com o objectivo de minimizar a influência do clima exterior, criar um melhor ambiente e racionalizar os consumos de energia. Nesse sentido, e no respeito máximo pela arquitectura, as soluções preconizadas passaram por: isolar termicamente a envolvente, seleccionar os envidraçados e promover eficientes sistemas de sombreamento dos envidraçados.


Sub Unidade 3 para a Univ. de Coimbra
Sub Unidade 3 para a Univ. de Coimbra
Sub Unidade 3 para a Univ. de Coimbra
Sub Unidade 3 para a Univ. de Coimbra
Sub Unidade 3 para a Univ. de Coimbra
Sub Unidade 3 para a Univ. de Coimbra
Sub Unidade 3 para a Univ. de Coimbra
Sub Unidade 3 para a Univ. de Coimbra
Sub Unidade 3 para a Univ. de Coimbra
Sub Unidade 3 para a Univ. de Coimbra
Sub Unidade 3 para a Univ. de Coimbra
Sub Unidade 3 para a Univ. de Coimbra
Sub Unidade 3 para a Univ. de Coimbra
Sub Unidade 3 para a Univ. de Coimbra
esq
dir