Colégio em Cascais

Caiscais, Portugal

Colégio em Cascais
Colégio em Cascais
Colégio em Cascais
Colégio em Cascais
Colégio em Cascais
Colégio em Cascais
Colégio em Cascais
Colégio em Cascais

Dados Gerais


Área: 1.400m2
Dono de Obra: O Parque - Soluções Infanto-Pedagógicas, SA
Arquitectura: Promontorio Architects

 

Detalhes


A edificação proposta desenvolve-se em dois níveis, que se relacionam com as diferentes cotas naturais do terreno e com um desenvolvimento em planta baseado em formas pentagonais.

O processo de concepção interdisciplinar foi desenvolvido em conjunto com a Arquitectura, de modo a potenciar mais-valias para a solução global. Assim, adoptaram-se materiais e métodos construtivos que garantam elevados padrões de qualidade e durabilidade ao longo do tempo de vida útil do edifício, com reduzida manutenção.

Optou-se por uma estrutura em betão armado, com elementos lineares (pilares vigas) e laminares (lajes e paredes). 
Na laje de cobertura existe uma zona rebaixada destinada a equipamentos das instalações mecânicas (ventiladores).
O aquecimento de água quente sanitária é garantido por painéis solares com apoio de uma caldeira a gás.

De modo a melhorar o desempenho energético do edifício, promoveram-se algumas medidas que se traduziram por intervir:

–    Ao nível da definição da envolvente, minimizando a influência do clima no interior do edifício, promovendo a adequada definição dos níveis de isolamento térmico, para a generalidade dos elementos da envolvente, dos envidraçados, quanto ao factor solar e das respectivas protecções solares, dos materiais de revestimento interior privilegiando a adopção de materiais ecologicamente limpos, de baixa emissão de poluentes, de modo a minimizar os caudais de ar novo a movimentar e a tratar termicamente e, logo, racionalizar os consumos energéticos com garantia de uma boa qualidade do ar interior.

–    Ao nível dos sistemas energéticos e das soluções de tratamento ambiente, promovendo a centralização dos sistemas energéticos, beneficiando assim, de uma economia de escala no que respeita à potência a instalar e num aumento da eficiência energética global dos sistemas, sem, descorar a necessidade de investir na simplicidade de condução dos sistemas, ao ponto de, no limite, e idealmente o seu funcionamento ser praticamente do tipo “plug and play”.

Autoria das imagens: Fernando Guerra | FG+SG

A processar o seu e-mail

loader

Por favor aguarde.

Sucesso!

email ok

O seu e-mail foi enviado com sucesso, responderemos o mais brevemente possível.

Oops!

email error

Não foi possível enviar o seu e-mail, por favor tente outra vez.